O DECRETO DIVINO E AS AÇÕES DOS HOMENS

Todas as ações dos homens, fazem parte do decreto divino. O termo “decreto de Deus” diz respeito ao propósito ou determinação em relação a acontecimentos futuros. Isso significa, que tudo que acontece no mundo, está relacionado ao propósito de Deus, e não, por causa das leis fixas da natureza ou obra do destino ou do acaso, como muitos acreditam. Não são os homens quem dirigem a história, mas o Deus Criador de todas as coisas que age para que as coisas aconteçam segundo os seus propósitos. Os homens são apenas Seus agentes.

Em todas às ações dos homens Deus está presente, ou seja, tem a sua participação em tudo. Nunca se pode excluir Deus das ações dos homens, quer sejam boas ou sejam más. “Pois nele vivemos, nos movemos e existimos” (Atos 17:28).

Deus tem um plano, e realizará esse plano conforme tudo que ele propôs “…Eu sou Deus, e não há outro; eu sou Deus, e não há outro semelhante a mim; que anuncio o fim desde o princípio, e desde a antiguidade as coisas que ainda não sucederam; que digo: O meu conselho subsistirá, e farei toda a minha vontade” (Is 46.9-10). Esse plano foi traçado antes da fundação do mundo. Deus age com sua providência cumprindo no tempo aquilo que Ele planejou.

Deus conhece todas as coisas, pois Ele é onisciente. Contudo, Deus não só conhece, como tem o controle também de todas as coisas, e através de Sua soberania (onipotência), executará a realização de seu plano decretado desde a eternidade.

Nenhuma ação dos homens é realizada independente de Deus. Em Sua soberania, Deus atua até mesmo nos atos maus dos homens maus. Deus tem o total controle do universo. Ele guia os eventos do mundo para um determinado fim, que é o “beneplácito de sua vontade”(Ef 1.5), é o seu supremo propósito para esse mundo que redunda em “louvor para a sua Glória”(Ef 1,12).

Deus está orquestrando tudo. Deus é soberano sobre o mal, embora Ele não seja o autor do mal. Mas Deus usa o mal que já está no mundo para seus bons propósitos redentores. Deus não cria o mal, porém, em se tratando do bem, ele cria, Ele é a própria fonte do bem, e de tudo que é bom. Ele é o Deus que trabalha, conforme está escrito em Isaías: “ Desde a antiguidade não se ouviu, nem com ouvidos se percebeu, nem com os olhos se viu Deus além de ti, que trabalha para aquele que nele espera”(Is 64.4).

Deus usa a quem Ele quer e o que Ele quer para executar seus planos. Deus é bom sempre. Ele é justo sempre. não há erro no Altíssimo. Cremos no Deus soberano criador de todas as coisas que governa crentes e descrentes. Todos os propósitos de Deus foram feitos em sabedoria e Ele tem o poder necessário para executá-los, por isso não há motivo para mudanças “Conhecidas são a Deus, desde o princípio do mundo, todas as suas obras”(Atos 15.18). É somente sobre a base dos decretos divinos que podemos compreender e crer que “todas as coisas são para o bem”(Rm 8.28).

Mariza Tavares de Souza é Advogada e Mestre em Divindade (M. Div), com concentração em estudos Históricos-Teológicos pelo Centro Presbiteriano Pós-Graduação Andrew Jumper. Bacharel em Direito, Pela Universidade Federal do Pará (1984). Pós-Graduada em Direito Empresarial pela Universidade São Judas (2001). Professora da Escola Bíblica Dominical (classe adultos) da Igreja Presbiteriana de Santo Amaro. Natural de Belém-PA, em 14/10/1956. Casada há 40 anos com o Professor Universitário Eloi Tavares de Souza, Mãe e Avó.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s