JESUS CRISTO FOI CRIADO POR DEUS OU SEMPRE EXISTIU?

Mariza Tavares de Souza

Muitos negam a existência eterna de Jesus Cristo, baseados por um texto de Paulo aos Colossenses, que diz: ” Este (Jesus) é a imagem do Deus invisível e primogênito de toda a criação” (Cl 1.15). Argumentando que essa expressão, significa que Jesus foi o primeiro a ser criado por Deus em toda a criação.

Porém, essa interpretação está totalmente equivocada, pois a palavra “prototokos” (primogênito) frisa a preexistência e singularidade de Cristo, assim como, mostra a Sua superioridade sobre a criação.

Essa expressão “o primogênito de toda a criação”, não aponta de maneira alguma que Cristo foi criado, mas sim, que ele é o soberano da criação. Em Apocalipse 3.14, onde é dito “Ao anjo da igreja em Laodicéia escreve: Estas coisas diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus”, em que muitos também se apegam a esse texto para negar a eternidade de Jesus, o termo grego arché (princípio) significa “origem”, ou “fonte”, ou seja, aquele que inicia. Jesus é o arquiteto da criação (Hb 1.2).

Jesus Cristo sempre existiu, ele é eterno, assim como Deus Pai é eterno. Jesus Cristo é Deus encarnado. Ele despontou a sua divindade e eternidade quando afirmou às pessoas, que o acompanhavam em seu ministério terreno: “Eu lhes afirmo que antes de Abraão nascer, Eu Sou! (Jo 8.58). Aqui, Jesus estava afirmando ser Deus em carne. Os judeus inclusive, quiseram apedrejá-lo até a morte, pois para os judeus consideravam isso uma blasfêmia, dizer que ele era eterno como Deus Pai. Essa declaração foi feita novamente por João quando falou sobre a natureza de Cristo “No princípio era aquele que é a Palavra. Ele estava com Deus, e era Deus”(Jo 1.1). Antes de morrer em sua oração Jesus revela a sua eterna preexistência, quando ora ao Pai: “e, agora, glorifica-me, ó Pai, contigo mesmo, com a glória que eu tive junto de ti, antes que houvesse mundo”.

Mesmo antes dos registros dos tempos, Jesus e o Pai sempre foram um em essência, compartilhando do atributo da eternidade em igualdade. Tanto a natureza eterna de Deus, como o seu eterno poder são revelados mediante a Sua criação (Rm 1.20) e os homens tomam conhecimento disso pelo testemunho apresentado de sua criação. Futuramente Deus criará um novo céu e nova terra, que permanecerão com Ele, por toda a eternidade. E, nós que somos seus filhos vamos participar dessa eternidade junto com o nosso soberano Deus, pois fomos criados a Sua imagem.

As Escrituras, do Antigo e Novo Testamento certificam a preexistência de Jesus. Ele sempre existiu. Jesus é eterno Ele jamais vai mudar em sua essência, pois ele sempre será o mesmo. Jesus não teve princípio e jamais terá fim.

Mariza Tavares de Souza é Advogada e Mestre em Divindade (M. Div), com concentração em estudos Históricos-Teológicos pelo Centro Presbiteriano Pós-Graduação Andrew Jumper. Bacharel em Direito, Pela Universidade Federal do Pará (1984). Pós-Graduada em Direito Empresarial pela Universidade São Judas (2001). Professora da Escola Bíblica Dominical (classe adultos) da Igreja Presbiteriana de Santo Amaro. Natural de Belém-PA, em 14/10/1956. Casada há 40 anos com o Professor Universitário Eloi Tavares de Souza, Mãe e Avó.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s