QUE PENA: ACABEI COM AS COISAS DE MENINO!

Ivo Matias Damas


“Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.” (I Co.13:11)

1- Quando eu era menino, não me preocupava com o tal futuro. Quando crescemos, costumamos esquecer que o futuro a Deus pertence. Criamos expectativas negativas do futuro, e por isso sofremos.


2- Quando eu era menino, a simplicidade de uma bolinha de gude, uma pipa, uma partida de futebol na rua, um nado na lagoa, e até um banho na chuva, me faziam feliz. Quando crescemos, vamos querendo parecer ser o que não somos, e sofremos por não possuir o que não precisamos.


3- Quando eu era menino, pegava no sono rapidinho. Quando crescemos, as preocupações atrapalham o sono tranquilo.


4- Quando eu era menino, não me preocupava com o poder. Não armava situações para controlar nada. Quando crescemos, queremos exercer algum tipo de domínio, e, alguns de nós, chegam a produzir estratégias usando o próximo como escada.


5- Quando eu era menino, o sorriso era fácil. Quando crescemos, ficamos sempre com o pé atrás, pensando mil coisas ao mesmo tempo, dificultando a risada gostosa.


6- Quando eu era menino, a ira era passageira. Quando crescemos, aninhamos raiva no coração e gostamos de mantê-la.


7- Quando eu era menino, não suspeitava mal. Quando crescemos, suspeitamos de tudo e de todos. Dificilmente aprofundamos relacionamentos interpessoais.


8- Quando eu era menino, não era esnobe. Quando crescemos, não perdemos a chance de aparecer, de nos colocar sob as luzes da ribalta.


9- Quando eu era menino, não contabilizava os erros dos outros. Quando crescemos, tornamo-nos auto-indulgentes, minimizando nossas piores idiossincrasias, e maximizando o “argueiro” no olho do irmão.


10- Quando eu era menino, meu pai era meu herói, tudo resolvia. Quando crescemos, esquecemos que Deus é nosso Pai provedor.


Peço perdão a Deus por ter deixado de ser menino. O amor vai desaparecendo aos poucos quando deixamos de ser meninos.
Que tal voltarmos a ser meninos?

Presbítero Ivo Matias Damas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s