Academia

SOBERANIA DIVINA: Coisas essenciais e não essenciais.

A vida eterna (Rm 6.23 – ARA) e a morte eterna (Ap 21.8), são verdades absolutas. Ambas, estão ao abrigo da soberania divina (Dt 32.39; I Sm 2.6). Chamo aqui de “O ESSENCIAL” a salvação (vida eterna), e de “COISAS NÃO ESSENCIAIS”, todo o resto que se sucede na vida humana.

Deus, soberanamente, decidiu conceder graça à humanidade. Essa graça é uma só, porém, manifesta-se de duas maneiras:

  1. Especial (salvadora);
  2. Comum (geral);

É por usar Sua graça, e suas eternas misericórdias, que o Senhor decidiu não exterminar a humanidade (Lm 3.22-23).

O ESSENCIAL

O ser humano é escravo do pecado (Jo 8.34). Mas Deus, por Sua imensa Graça (Ef 2.8), concede a fé salvadora (Fp 1.29; Ef 2.8) a muitos (Rm 5.15), levando-os a Cristo (Jo 6.44). Esses, que sempre foram de Deus (Jo 17.6 NVT), foram escolhidos por Ele (Rm 8.29 – NTLH), antes da fundação do mundo (Ef.1:4), predestinados e declarados justos (Rm 8.30 – NVT) para repartir a sua glória com eles. Soberanamente, Deus os salvou pelos méritos de Jesus Cristo em Seu sacrifício substitutivo (II Co 5.21).

Esses, são os alcançados pela graça especial (salvadora). Deus não crê por eles, mas lhes concede a capacidade de crer como um presente (dom), de maneira que não haja resistência obstinada e definitiva, uma vez que Ele é o criador e o sustentador dessa fé (Heb.12:2).

COISAS NÃO ESSENCIAIS

Quanto a essas “coisas não essenciais”, aos salvos e aos “de fora” (perdidos), essas coisas acontecem sob a égide da graça comum (Rm 3.23-24). Todos desfrutam das inúmeras bênçãos de Deus (Sl 145.9, 15,16). Por essa medida de graça, Deus confere a todos indistintamente, todas aquelas bênçãos que não fazem parte da salvação:

  • O ar que respiramos;
  • O sol e a chuva (Mt 5.44-45);
  • A colheita, a fartura e a alegria (Sl 145; At 14.16-17);
  • Na esfera intelectual;
  • A esfera moral;
  • A criatividade (artes/ciências);
  • A organização da sociedade;
  • Ouve as orações (Sl 145.9-15; Mt 7.22); Lc 6.35-36);
  • Acode os homens (I Tm 4.10);

Deus em Sua soberania, administra essa graça (comum) da maneira que Lhe apraz (Sl 15.3; Is 46.10; Ef.1.11). O controle é dele (I Crônicas 29.11-12), e essa soberania coexiste misteriosamente com a livre agência.

Aos declarados justos e aos ímpios, não foi revelada a maneira como Deus gerencia essa graça (Ec 9.1-2), de maneira que a sabedoria, a inteligência, a prudência, a esperteza, a valentia ou as riquezas humanas, não garantem os resultados positivos dessa medida de graça a ninguém (Ec 9.11), porque tudo sucede igualmente a todos, segundo a boa e perfeita e agradável vontade divina (Rm 12.2). Deus, soberanamente, controla a tudo ativa e passivamente (Ezequiel 17.24; Sl 139.16; Lc 12.7).

CONCLUSÃO

Os alcançados pela Graça salvadora, são livres em Cristo Jesus (Jo 8.36). Porém, continuam pecadores (I Jo 1.8). Como tais, precisam da ação poderosa do Espírito Santo que neles habita (Rm 8.9; I Co 3.16; I Co 6.19), para que controlem as circunstâncias que cercam sua passagem por esta vida (conduta, poder, riquezas, cuidados pessoais etc.), lembrando que Deus, como um pai amoroso, aplicará as correções (disciplina), de maneira que Ele mesmo se encarrega de derrubar em nós a ilusão da soberana humana. (Hb 12.6)

De outro lado, os “de fora”, mesmo objetos da graça comum, não têm a seu lado o “Consolador” Jo 14.16; Jo 15.26; Jo 16.7), o “Conselheiro” (Jo 14.26 – NVI), o “Ajudador” (João 14.26 – NTLH), o “Guia” (Jo 16.13), intercedendo por eles (Rm 8.26), e os conduzindo a toda a verdade (Jo 16.13), trazendo constantemente à sua lembrança instruções sobre todas as coisas (Jo 14.26).

Vemos assim que Deus está no controle de todas as coisas, agindo soberanamente.

ARTIGO DE:

Presbítero Ivo Matias Damas
Professor de Filosofia da Religião no “Centro de Formação Teológica – CEFORTE”. Guarulhos/SP.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s